ARTIGO

 

João Pessoa - PB, segunda-feira, 29 de março de 2004

Linguagem simples e informativa: função referencial

Princesa (PB) no cinema

 

Talvez reduzido número de princesenses saiba o quanto nossa cidade já foi divulgada Brasil afora. Os recursos utilizados foram os mais diversos e incluem livros em prosa e em verso, dissertações de mestrado, músicas, pinturas, esculturas, discursos, cinema e, mais recentemente, a Internet. Destes, iremos fazer breve comentário sobre a sétima arte.

Dois filmes chamam atenção. O primeiro é "Parahyba, Mulher Macho", dirigido por Tizuka Yamasaki, cujo enredo baseia-se na vida de Anayde Beiriz (Tânia Alves) ao lado de João Dantas (interpretado por Cláudio Marzo). O desfecho final, como sabemos, é o assassinato na confeitaria Glória, no Recife, do então "presidente" da Paraíba, João Pessoa (Walmor Chagas). Contudo, apesar de não ser o eixo central dos acontecimentos narrados, a Revolta Armada em Princesa é sutilmente mostrada. Há uma cena em que João Dantas vai ao município conversar com o "coronel" José Pereira.

O segundo é um documentário, dirigido por Vladimir Carvalho, cujo título é "O homem de Areia". Trata-se de registro da vida de José Américo de Almeida (natural de Areia - PB),  autor de "A Bagaceira", "O Ano do Nego", entre outros. Na fita, pode-se assistir a entrevistas com Aloysio Pereira e Ariano Suassuna (filho de João Suassuna, ex-governador e diretamente envolvido no episódio da "chapa fatídica", que representou um dos motivos para a Revolta de 30), além de outras personalidades. José Américo, que na época das desavenças entre Zé Pereira e João Pessoa era Secretário de Segurança da Paraíba (e, portanto, envolveu-se diretamente no conflito), fala sobre suas impressões a respeito do chefe político princesense. Nesta produção, há cenas gravadas em Princesa, mostrando bacamarteiros disparando tiros, numa nostálgica lembrança da luta sertaneja em 1930.

Para os leitores contumazes de textos sobre aquele período conturbado, são duas relevantes possibilidades de analisar os fatos com olhar crítico e verificar se os filmes realmente condizem com a verdade. Aos não-leitores, indispensável oportunidade de entrar em contato com a História.

(Mardson Medeiros)

PARAHYBA, MULHER MACHO (1983)

Direção: Tizuka Yamasaki
Com: Tânia Alves, Cláudio Marzo, Walmor Chagas e Grande Otelo.
Duração: 83 min

Sinopse:

"Um filme cujo título pode sugerir qualquer coisa, menos o importante fato histórico que contém. É a história de Anayde Beiriz, poetisa, jornalista e professora de pescadores, uma revolucionária para a época em que viveu, décadas de 20 e 30. Seu grande amor por João Dantas viria a ser uma das causas do assassinato de João Pessoa, governador da Paraíba, que foi usado politicamente como pretexto para a deflagração da Revolução de 1930.
Um filme repleto de ação (e cenas eróticas), dirigido por Tizuka Yamasaki e que teve participação de três mil atores e figurantes".

Prêmios e Festivais (Fonte: http://www.bahai.org.br/premio/premio96biografia.asp#TIZUKA)

- Festival de Brasília (melhor filme, melhor fotografia, melhor trilha sonora, melhor cenografia, melhor técnico de som);
- Filme também premiado na França, Cuba, Espanha e Colômbia.

Para saber mais, clique aqui.


O HOMEM DE AREIA (1982, P&B, 35mm, 116 min)
50 anos depois da Revolução de 30, as confissões de José Américo


Capa de VHS lançado em 1998: apoio do Ministério da Cultura

Direção e roteiro: Vladimir Carvalho
Produção: Embrafilme
Fotografia: Walter Carvalho
Montagem: Ricardo Miranda e Manfredo Caldas
Música: Banda de Fuzileiros Navais
Com Getúlio Vargas, João Pessoa, Jorge Amado, Otto Lara Rezende, Ariano Suassuna e o povo do Nordeste.
Narrado por Fernanda Montenegro e Mário Lago

PREMIAÇÃO:

- Prêmio do Conselho Nacional de Cinema (CONCINE) para os dez melhores filmes de 1981;
- Prêmio de melhor filme do ano da Federação dos Cine Clubes do Rio de Janeiro, 1981;
- Seleção dos cinco melhores filmes do ano da cinemateca do MAM, 1981.

 

 

Obs.: Este documentário, vez por outra, é exibido pela TV CULTURA.

 

VOLTAR

Princesapb web! Princesa (PB) na internet!
www.princesapb.hpg.com.br ou princesapb.sites.uol.com.br

Desenvolvido por Mardson Medeiros