PRINCESAPB.COM

MAPAS

BIBLIOGRAFIA PLUVIOMETRIA ARQUIVO CONTATO

VIDEOTECA

RUAS PRINCESA

FOTOS SATÉLITE DADOS IBGE VISTAS HISTORIA

 

Princesa Isabel - PB, segunda-feira, 08 de fevereiro de 2010

 

PARAÍBA VACINA CONTRA GRIPE A

A campanha nacional para vacinação contra a gripe A H1N1 terá início em março de 2010. A Paraíba apresentará calendário adequado à realidade local.

Em todo o estado, entre os dias 8 de março e 7 de maio, deverão ser vacinadas pelo menos 80% da população-alvo, que representa 1.264.561 pessoas.

Desde o início da pandemia, a Secretaria Estadual de Saúde registrou 25 casos da doença no estado, sendo um este ano. Ao todo, ocorreram 3 óbitos.

No primeiro momento – de 8 de março a 2 de abril – serão imunizados os trabalhadores de saúde e profissionais envolvidos na resposta à pandemia, indígenas, gestantes, doentes crônicos e crianças de 6 meses a dois anos. De 5 a 23 de abril, serão imunizados a população na faixa etária de 20 a 29 anos e, entre 24 de abril a 7 de maio, os idosos com mais de 60 anos com doenças crônicas.

Orientações gerais

Transmissão do vírus

Contato com gotículas de saliva no ar ou em objetos como copos, talheres, etc.

 

Prevenção

(Mardson Medeiros, com informações da SES-PB e do Ministério da Saúde)

 

SAIBA MAIS...

 

Paraíba vacinará 1,2 milhão de pessoas contra a gripe A, a partir de março

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) começa na próxima semana, a mobilização para a primeira campanha de vacinação da influenza A (H1N1), que terá início no mês de março próximo, em todo o País. A Coordenação Estadual de Imunização montou um calendário de preparação, que incluiu visitas e reuniões envolvendo as 13 regionais de saúde, secretários municipais de saúde, coordenadores de imunização e técnicos, a partir desta segunda-feira (8). Na Paraíba, entre os dias 8 de março e 7 de maio, deverão ser vacinados contra  a gripe A, pelo menos, 80% da população-alvo, que representa 1.264.561 pessoas. Desde o início da pandemia, a SES registrou 25 casos da doença no Estado, sendo um este ano.

O coordenador de Imunização da SES, Walter Albuquerque, disse que a vacina estará disponível nos 1.007 postos de saúde no Estado e a campanha envolverá 5.583 profissionais. “Montamos um calendário de vacinação de acordo com a realidade do Estado, garantindo que no primeiro momento – de 8 de março a 2 de abril – sejam imunizados os trabalhadores de saúde e profissionais envolvidos na resposta à pandemia, indígenas, gestantes, doentes crônicos e crianças de 6 meses a dois anos. De 5 a 23 de abril, serão imunizados a população na faixa etária de 20 a 29 anos e, entre 24 de abril a 7 de maio, os idosos com mais de 60 anos com doenças crônicas”, informou.

Levantamento – A população-alvo da campanha foi definida pelo Ministério da Saúde, cabendo ao Estado levantar o número de pessoas que se enquadrava em cada critério. Na Paraíba, das 1.264.561 pessoas que deverão receber a vacina, 37.770 são trabalhadores de saúde, 12.716 são indígenas, 69.322 são gestantes, 91.328 são crianças entre seis meses e dois anos de idade, 720.407 são paraibanos que têm entre 20 e 29 anos e 333.088 são pessoas com morbidade (cardiopatas, doentes renais, asmáticos crônicos, diabéticos, imunocomprometidos e outros). A vacina é contra-indicada para pessoas que apresentem alergia à proteína do ovo da galinha. 

Mobilização – “Na próxima semana, estaremos iniciando um cronograma de mobilização nas regionais de saúde do Estado para manter os serviços de saúde envolvidos na resposta à pandemia funcionando bem e reduzindo a morbimortalidade associada à influenza A. Começaremos esse período de preparação reunindo, na próxima semana, gerentes regionais, secretários, coordenadores de imunização e vacinadores das regionais de Itabaiana, Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Patos, Pombal, Piancó e Princesa Isabel. Nos dias 18 e 19, vamos reunir profissionais das regionais de Monteiro e Campina Grande e, na semana seguinte, de Guarabira e Cuité e, por último, faremos o trabalho na regional de João Pessoa”, explicou. 

Números – A gerente de Resposta Rápida da SES, Diana Pinto, informou que, desde o surgimento da nova gripe, foram confirmados no Estado 25 casos de gripe A, com três óbitos. Ela lembrou que, como a vigilância hoje é feita somente aos casos de doença respiratória aguda grave, outras pessoas podem ter tido a nova gripe, com sintomas de uma gripe normal sem necessidade de hospitalização e os casos não entraram na estatística. 

A última confirmação da doença no Estado e a primeira deste ano foi de um analista de sistema de 25 anos, morador de João Pessoa, que adoeceu no dia 19 de janeiro e foi hospitalizado com sintoma gripal e dispnéia. O caso evoluiu para a cura. O resultado do exame foi liberado pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), esta semana. 

(Assessoria de Imprensa da SES-PB)

Imprimir
   
 

VOLTAR

PRINCESAPB.COM

MAPAS

BIBLIOGRAFIA PLUVIOMETRIA ARQUIVO CONTATO

VIDEOTECA

RUAS PRINCESA

FOTOS SATÉLITE DADOS IBGE VISTAS MURAL

© 1997-2010 Princesapb.com - Todos os direitos reservados